José Rui Teixeira
Vestigia Dei

12 

Para topografar os lugares de Deus na poesia talvez tivéssemos de dispor dos rudimentos de uma ciência como a teotopologia literária. Com efeito, se a teotopologia literária existisse, não seria apenas uma espécie de topografia de teologemas. Nem teria a pretensão de resultar num estudo sobre a colocação ou disposição, num texto, de teologemas ou de semantemas análogos ao semantema «Deus». Se existisse uma teotopologia literária, e se alguma pragmática lhe assistisse, serviria certamente para estabelecer sistemas de coordenadas multidimensionais que, nos vastos territórios da literatura, permitissem situar a teoliterária, analisar a sua organicidade paradoxalmente eutópica e distópica, e documentar a diversidade topológica de teotopias, esses lugares que Deus [como interrogação] habita, mesmo quando parece habitar apenas o sentimento da sua ausência.

REF: E6 Categorias: ,

2.ª ed.: julho 2022
160 x 235 mm | 76 pp.
ISBN 978-989-53681-4-3

Prefácio: Gonçalo Cordeiro
Imagem da capa: Klimt, O friso de Beethoven: as forças inimigas [1902]

Share This