O Livro de Ónio

O Livro de Ónio

O LIVRO DE ÓNIO reúne a obra poética de António Hartwich Nunes, figura escondida da cultura portuguesa.   1. A PRÉ-HISTÓRIA DESTA HISTÓRIA Foi no final de 2005 que li, pela primeira vez, a poesia de Guilherme de Faria. O seu segundo livro – Mais Poemas, publicado...
Esfinge ou a poesia

Esfinge ou a poesia

A Poesia não é uma árvore morta nem a fazer florir nas colinas de amanhã. É a resolução que damos à história, aos encontros, às promessas, de cada vez que consentimos descer das palavras à dificuldade dos atos. Ou subidos dos atos à corola mágica das palavras com que...
Encontro com Maria Eulália de Macedo

Encontro com Maria Eulália de Macedo

No passado dia 6 de novembro, a memória de Maria Eulália de Macedo foi evocada no II Colóquio Internacional TEOTOPIAS, no Centro Regional do Porto da Universidade Católica. No sábado 27 de novembro, pelas 16h, O meu chão é de vertigem, volume que reúne a obra completa...
Como um ofício

Como um ofício

O primeiro livro de José Rui Teixeira foi publicado em 2000: Vestígios.  Seguiram-se Quando o verão acabar [Quasi, 2002], Para morrer [Quasi, 2004], Melopeia [Cosmorama, 2004], O fogo e outros utensílios da luz [Quasi, 2005], Assim na terra [Cosmorama, 2005], Oráculo...
Encontro com Maria Eulália de Macedo

Maria Eulália de Macedo

Em outubro, a Officium Lectionis reunirá num volume os quatro livros que Maria Eulália de Macedo: Construção no Vento Norte [1968], Raízes [1970], Histórias de Poucas Palavras [1971] e As Moradas Terrenas [1994]. A escritora amarantina nasceu há cem anos e no dia 4 de...
De coração aberto

De coração aberto

O último livro de poesia publicado por Fernando de Castro Branco, que se intitula De coração aberto, leva-nos a refletir sobre uma questão de procedência retórica. Diz ela respeito ao papel que a ironia pode desempenhar como figura poética. […] Há, com efeito, o...